NOSSA PROPOSTA PEDAGÓGICA

A teoria que fundamenta o nosso trabalho pedagógico é a teoria Sociointeracionista. Um dos princípios que essa teoria nos traz é a ideia de que a criança é protagonista de seu processo de conhecimento, e por meio das diversas situações de descobertas e interação, que o MEIO* proporciona, e considerando os seus aspectos físicos, cognitivos, éticos, estéticos e socioafetivos, a criança vai criando seu próprio aprendizado.

*MEIO representa: espaço, tempo, condições, crianças e adultos.

O papel fundamental da Educação Infantil é proporcionar às crianças diferentes experiências de interações para possibilitar o desenvolvimento integral das crianças e para que sejam livres, independentes, afetivas, críticas e reflexivas. Desta forma, o brincar, o educar e o cuidar estão articulados e dão sentido ao nosso trabalho.

Utilizamos material próprio, produzido a partir da reflexão e do planejamento de gestores pedagógicos e professores de acordo com os PCNs (Parâmetros Curriculares Nacionais) e das DCNs (Diretrizes Curriculares Nacionais) – documentos normativos e também a RCNEI (Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil). O currículo é estruturado a partir das experiências que as crianças trazem consigo e do conhecimento do contexto (mundo social e natural), processo fundamental para que a aprendizagem seja efetivada e de forma significativa.

O planejamento das atividades curriculares, que são as atividades que fazem parte do nosso dia a dia, como a rotina, as histórias, o parque, o portfólio, do desenho livre, dos cantinhos de aprendizagem, a horta, a culinária, entre outras, é realizado por meio de: Atividades Permanentes atividades de aprendizagem realizadas regularmente, durante todo o ano, sem práticas repetitivas (essas atividades possibilitam que as crianças construam bases de aprendizagem e se sintam seguras diante da inserção de outras propostas mais elaboradas). Os Projetos Didáticos parte de uma problematização que, geralmente, surge de uma pergunta de interesse comum entre o grupo e demanda pesquisa e participação das crianças em todas as etapas desenvolvidas. E as Sequências Didáticas que são atividades planejadas e articuladas, que possibilitem aprendizagens específicas, como por exemplo: sequência didática sobre os estados físicos nos materiais, nessa sequência pré-determinamos as etapas e a duração.

“A criança é feita de cem. A criança tem cem mãos, cem pensamentos, cem modos de pensar, de jogar e de falar” (Loris Malaguzzi), por isso, nosso jeito de ensinar privilegia o acolhimento do que aprende, sustentado pelo cuidado e pela mediação do que ensina, por meio das diferentes linguagens